Links e Downloads

Foto por Nathália Pandeló Corrêa

Daniel Pandeló Corrêa é um escritor carioca radicado em Petrópolis (RJ). Abaixo você encontrará tudo que ele já realizou.

Invocações

“Invocações” é a um projeto multimídia que caminha entre literatura, música e audiovisual. Com textos que refletem uma busca de deuses contemporâneos nos lugares, nas memórias, nos medos e em paixões.

Ouça nas plataformas de música digital

Baixe gratuitamente o áudio

Compre na Amazon Kindle Store

Baixe gratuitamente em PDF

Baixe gratuitamente em EPUB

Baixe gratuitamente em MOBI

Leia Online

Tristes Camelos

Originalmente lançado de forma independente em 2009 e pela editora Faces em 2010, esse é um relato sobre um amor com cara de obsessão, cheia de subtextos e tramas paralelas sobre desencontros, sobre não ter coragem de falar a verdade, sobre não saber aceitar que algo acabou.

Compre na Amazon Kindle Store

Baixe gratuitamente em PDF

Baixe gratuitamente em EPUB

Baixe gratuitamente em MOBI

Leia Online

Nadastar

Originalmente lançado de forma independente em 2007 esse é um poema de voz inspirado na literatura de cordel sobre a história de uma cidade esquecida, seus peculiares habitantes e a busca de uma mulher por amor e fama para se sentir menos invisível.

Compre na Amazon Kindle Store

Baixe gratuitamente em PDF

Baixe gratuitamente em EPUB

Baixe gratuitamente em MOBI

Leia Online

Bucolidade Urbana

Originalmente lançado de forma independente em 2006 esse é um compilado de contos e poemas com reflexões sobre uma cidade dividida e pessoas perdidas na rotina

Compre na Amazon Kindle Store

Baixe gratuitamente em PDF

Baixe gratuitamente em EPUB

Baixe gratuitamente em MOBI

Leia Online

Colaborações, parcerias e participações especiais

Milongas – ao vivo com Almir Chiaratti e sua banda no Teatro Odisséia (Rio de Janeiro/RJ)

O Almir me convidou para participar de um show dele recitando um texto meu. Tudo que combinei é que usaria um texto inédito que falava sobre tango e ele e a banda usaram isso de base e fomos no improviso.

Incêndios e Daniel Pandeló Corrêa – Título Censurado

O João Irente me disse que queria fazer um som como se fosse algo a ser censurado por um governo autoritário. Fiz uma espécie de mantra com clima de lamento, como uma ladainha de um enterro.

Jorge Wagner – Na Casa Que Se Desfaz (Comp.: Jorge Wagner e Daniel Pandeló Corrêa)

Fiz esse samba com o Jorge Wagner num clima de samba antigo, quando tinha uma melodia que crescia no fim. Tentei aprofundar a crise familiar descrita ali.

Noras de Newton – Entrelinhas (Comp.: Daniel Pandeló Corrêa e Jez Soares)

As Noras era uma banda da minha amiga Jez Soares, que é uma das melhores guitarristas que conheci na vida. Colaboramos em algumas músicas sempre seguindo a ideia de pegar uns textos meus e ir encaixando de acordo com a melodia.

Noras de Newton – Dois Meses (Comp.: Daniel Pandeló Corrêa, Jez Soares e Kau Herdy)

Uma ideia meio de música de início de show, já trazendo um clima de fim de relacionamento e desejo que pautou as músicas que fiz com as Noras de Newton.

Noras de Newton – Entre os prédios (Comp.: Daniel Pandeló Corrêa e Jez Soares)

Minha favorita dessa fase, ela foi escrita durante o processo de criação do “Tristes Camelos” e habita o mesmo universo.

Noras de Newton – Quarto de Cima (Comp.: Daniel Pandeló Corrêa, Gabriela Bonavita e Jez Soares)

Confesso que acho que essa não funcionou muito como música, mas gosto muito do clima dela e da letra que fiz com a Jez e com a atriz e dramaturga Gabriela Bonavita.